Sintomas de intoxicação alimentar

http://youtu.be/YyMYWSDwsEc

Quais os sintomas da intoxicação alimentar

Os sintomas de intoxicação alimentar geralmente afetam o estômago e intestinos, sendo a diarreia, ou diarreia aquosa, vómitos, náusea dor abdominal, cólicas e febre  os sintomas mais comuns.

Esses sintomas podem começar poucas horas após a ingestão do alimento contaminado, ou demorar alguns dias ou até mesmo semanas em alguns casos.

Uma intoxicação alimentar geralmente dura de 1 a 10 dias. Tudo depende do organismo (bactéria, fungo,  vírus, produto químico) que te infectou e quais as tuas condições de saúde no geral.

Quantas vezes, você já ouviu a expressão?
Estou passando mal, deve ser alguma coisa que eu comi. Pois é, os sintomas intoxicação alimentar podem ser a origem desse mal estar.

É preciso saber as condições em que foram preparados os alimentos e bebidas, antes de consumi-los.

Com precaução é possivel evitar a intoxicação alimentar.

O que é intoxicação alimentar

É uma doença, causada pela ingestão de alimentos sólidos ou bebidas que contém bactérias e ou vermes parasitas, virús, produtos químicos tóxicos para o nosso organismo.

A intoxicação interage com as enzimas do intestino e do estomago.

Pode causar desde uma infeção intestinal que pode dar origem a uma hemorragia, evoluir para uma diarreia ou mesmo sangria interna intestinal.

Muitas pessoas precisam de se alimentar fora de casa, todos os dias e na rua as opções são muitas.

A aparência dos alimentos, aumenta ou diminui a vontade de comer, mas é dificil saber quanto tempo e a que temperatura, eles ficam expostos.

Você já alguma vez teve sintomas de intoxicação alimentar?

A contaminação dos alimentos, ocorre sobretudo em temperatura ambiente. De 30 a 65 graus as bactérias presentes, estão se reproduzindo com rapidez e em grande quantidade.

Essa é a temperatura que as comidas de rua estão expostas.

As proteínas presentes nas carnes, leite, ovos e derivados, são os produtos que mais risco de infeção oferecem.

Comer salada de rua, desde que bem lavada, é menos bem arriscado que comer carnes.

Carnes com molho de maionese, principalmente a maionese caseira confeccionados com ovo cru, oferecem um risco maior de intoxicação.
O ovo cru  é proibido na preparação de alimentos por ser uma fonte perigosa de contaminação de salmonelas.

Produtos armazenados em caixas de isopor (caixa de esferovite em Portugal) também podem oferecer riscos à saúde.
Se o gelo que está envolvendo os alimentos ou bebidas, não for gelo de água potavel, pode ser uma fonte de contaminação.

Mesmo que tome de canudinho, você pega na lata que pode estar contaminada.

Se em seguida pegar em outro produto sem lavar as mãos, passa a contaminação para o referido produto alimentar.

Por isso é importante tomar alguns cuidados para evitar ser vítima de uma intoxicação alimentar.

Sintomas de intoxicação alimentar

Cuidados para evitar ser vítima de produtos contaminados

Evite se alimentar fora de casa. Se isso for impossível, procure comer em estabelecimentos limpos com boa aparência.

Verifique se o vendedor utiliza luvas para pegar no alimentos e as retira na hora de pegar no dinheiro.

Na rua verifique se a caixa de isopor / esferovite (pt), está com aparência de sujeira.
Fique atento, pois ali é quase certo que tem fungos.

Sempre que for comprar carne moída no mercado, peça para moer na hora, pois a carne que está na gondola, pode ser velha.

Em casa não deixe as carnes fora da geladeira (frigorífico em Portugal) por muito tempo antes da preparação.

Quando terminar de preparar o alimento, resfriá-lo rapidamente, se possível em água com gelo, e colocar na geladeira. Sempre em recipientes bem limpos e lavados.

Evitar usar tábuas de cozinha e colheres de madeira para evitar a aglomeração de bactérias.

Para higienizar as verduras e legumes, deixe-os mergulhadas por dez minutos em um litro de água por uma colher de café de água sanitária (lixívia em Portugal).

Depois enxaguar.

Uma boa higiene, é sinal de cuidado com você e com sua família.

Intoxicação alimentar tratamento

Água de arroz, é um ótimo limpador do estomago e intestinos.
Ajuda na recuperação de problemas causados por ingestão de alimentos contaminados.

Como preparar a água de arroz?

Coloque 1 chávena de arroz e 6 a 7 chávenas de água. Não lave o arroz.
Leve ao fogão para cozinhar normalmente.
Pode colocar uma pitada de sal.

Depois de o arroz estar cozinhado, comer normalmente com colher de sopa exatamente como sendo outra sopa qualquer.

Confira também outras sopas detox desintoxicantes em MeuCantinho.Org

Nota: No momento da elaboração deste trabalho, consultamos a CID de intoxicação alimentar e constatamos que já existem alguns códigos internacionais de doenças referentes a intoxicações alimentares.
No momento ainda não existia descrição das intoxicações.